(45) 3277 2722 // 3252 5991
Avenida Egydio Geronymo Munaretto, 3601
Jd. Panorama - CEP 85910-320 - Toledo - PR

A constante preocupação com o meio ambiente está levando as indústrias de alimentos e bebidas a buscar soluções sustentáveis também para as embalagens de lácteos.

Essa alternativa já está sendo vista no envase de produtos. Muitas empresas apostam nas embalagens sustentáveis e trabalham com um produto envolto em responsabilidade social. De olho no consumidor que está atento as questões ambientais, a indústria foca nessa tendência.

A sustentabilidade é uma preocupação mundial. Muitas embalagens estão sendo produzidas com material renovável e reciclável. O objetivo é proporcionar o mínimo de impacto ao meio ambiente.

Algumas empresas brasileiras foram premiadas porque trabalham com embalagens sustentáveis. A Tetra Park, por exemplo, foi a primeira a disponibilizar no mercado mundial embalagem 100% renovável. A novidade combina polietileno derivado da cana de açúcar e fabricado pela empresa química Braskem, e papel certificado pelo FSC - Forest Stewardship Council.  Todo produto com o logotipo do FSC ofereça suporte ao gerenciamento florestal com base em práticas ambientalmente apropriadas, socialmente benéficas e economicamente viáveis.

O caminho para um mundo mais sustentável é todos os setores da indústria  se preocuparem com o meio ambiente e utilizarem produtos renováveis. A natureza agradece.

A crescente preocupação ambiental tem elevado a demanda da indústria de alimentos e bebidas por melhores soluções. Diversos pontos da cadeia, como o envase de produtos, entre outros segmentos, já desenvolvem importantes alternativas focando essa tendência. Estima-se que apenas o mercado global de embalagens sustentáveis avançará a uma taxa composta de crescimento anual (CAGR, em inglês) de 7,84% entre 2015 e 2019, segundo estudo divulgado pela empresa de pesquisa TechNavio, em fevereiro deste ano.

“A tecnologia de embalagens sustentáveis utiliza matérias-primas sustentáveis, renováveis e recicláveis, com materiais como papel, plástico, metal e vidro, que podem ser facilmente moldados de acordo com as necessidades”, declara a TechNavio no estudo. “Uma das maiores vantagens é a menor produção de emissões tóxicas.”

É mais uma importante oportunidade para aprimorar a atuação dos laticínios,oferecer um produto envolto em responsabilidade social e garantir a conscientização de stakeholders.  Essas embalagens, aliás, também podem ser um trunfo de mercado,uma vez que exercem poder de influência na escolha de um produto.

Norman Gierow, head de gerenciamento de mercado global da SIG Combibloc, explica que “embalagens modernas e bem-sucedidas oferecem benefícios específicos para o consumidor a partir do que faz mais sentido para ele”.  Aplicar e comunicar o viés sustentável, assim, é um fator tão importante quanto o design. Ao ser percebida com valor pelo consumidor atento às questões ambientais, essa característica pode facilitar para diferenciar o produto nas gôndolas.